Abraço a Vida

manroots

Já não sou o olhar da criança que via em mim…

Pouco-a-pouco torno-me no adulto que acolhe esse olhar, essa criança. Amadureço à medida que a vida me faz deslizar nos seus braços… cresço, torno-me, apareço… salvo-me. Aqui estou querida criança! Mais inteiro, mais capaz, mais disponível, mais maduro.. E desse abraço da Vida permito! Permito largar, permito o vazio… que também é vida… essa Vida que sempre me sussurrou a cada passada: “eu estou aqui”. Descansa! – diz ela – não faças nada… eu cuido de ti! Inspiro e expiro este Amor abundante e próspero, enquanto percebo a sincronicidade entre o meu abraço e o abraço da Vida… são o mesmo… são o mesmo… já não posso negar!

O que procurei chegou… cheguei… Amo quem me tornei! E aqui abro espaço à gratidão… gratidão aberta ao mistério da sabedoria que me conduz… GRATO Vida, Criança, Adulto… Vejo-vos, honro-vos e quero-vos… muito!

José

2 mensagens em “Abraço a Vida

Deixa uma mensagem