Janeiro e as constelações no Porto

Começamos o ano com um tremendo grupo de constelações. Logo à partida diria que se tratava de um verdadeiro encontro luso-brasileiro. Por entre as 22 pessoas que constituíram este grupo, era evidente que as nossas raízes uniam Portugal e Brasil de sorriso e braços abertos.

Não pudemos também ficar indiferentes às faixas etárias com elementos bastante novos e outros bastante experientes; nem tampouco com a presença de uma família (pai,mãe e filha) que acompanhou durante todo o dia o trabalho sistémico.

Quanto às temáticas mais expressivas estiveram, sem sombra de dúvida, a importância de incluir bebés abortados e filhos não reconhecidos pelo seio familiar. Vivemos momentos de extrema beleza em que os lutos se transformaram no mais puro amor e que, por entre movimentos suaves e demorados, restabeleceram conexões vitais, libertadoras e fortalecedoras para a Vida presente.

Um privilégio começar o ano com tanta força, entrega e simplicidade. Agradeço de coração a todos os presentes e marcamos encontro no Porto para um próximo evento em Março.