EDUCAÇÃO DAS EMOÇÕES

Um processo de 40 dias para nascer para uma Nova Vida. Desenvolvido pela Escola de Desenvolvimento Transpessoal.

O processo de Educação das Emoções é uma viagem de atenção e consciência ao interior de nós mesmos com o fim de se construir uma mente mais ampla e feliz.

Na nossa atual civilização a felicidade parece já não se basear em assegurar o alimento ou ter um teto onde nos abrigarmos, como pode ser para uma grande parte da população mundial.

O que agora entendemos como felicidade baseia-se em estados internos de paz profunda e serenidade, apesar de nos relacionarmos com as perdas, com a solidão, com os ciúmes, as culpas, os medos, a escassez, a baixa autoestima e um sem número de padrões emocionais que nos tornam infelizes, por ignorância e inconsciência.

Na realidade, a felicidade está orientada para o sentir-se em coerência com a vida, para o saber que estamos no lugar que nos corresponde, que vivemos alinhados com o nosso propósito existencial e que a vida tem sentido, tal e qual como sucede.

 

O importante não é o que sucede, mas o que fazemos com o que sucede.

O Processo de Educação das Emoções em 40 dias nasceu para otimizar novas capacidades na nossa personalidade e reorientar aspetos emocionais, produto de crenças íntimas já caducadas. Trata-se de um processo onde a cada manhã e a cada noite, o participante, seguindo um mapa preciso, “se presenteia” com um espaço pessoal para recriar o novo Eu e, por conseguinte, a própria vida, nos seus aspetos: físicos, emocionais, mentais e espirituais.

 

Porquê 40 dias?

Alguma vez nos perguntámos porque é que uma mulher que acaba de dar à luz um filho, não pode voltar a ficar grávida até que transcorram 40 dias depois do parto? Porque é que há milénios, as doenças eram submetidas a quarentenas diversas? Porque é que a Bíblia fala do retiro de Jesus no deserto durante 40 dias, antes de nascer para uma nova vida? Porque é que Moisés se retira para o monte Sinai durante 40 dias para receber a inspiração dos chamados Mandamentos? Porque o Ramadão maometano ou a quarentena cristã duram 40 dias?

Parece ser todo um ciclo que as Leis da Natureza determinaram para realizar os seus processos de transformação.

 

Algo mais acerca do Programa?

O processo de Educação das Emoções oferece a motivação e o método para se proteger de programações emocionais dependentes, sobrelevar as perdas e tornar consciente o propósito da vida em todas as áreas da mesma. Ao longo do Processo, o sujeito aprende a decretar aspetos de si mesmo que constituem toda uma “travessia psiconáutica” cheia de experiências de sincronia e não casualidade.

Na realidade, O Processo constitui um nascimento a uma nova espiral da vida em que as escolhas do participante se convertem, de maneira natural e sem esforço, em objetivo, ação e logro.

“Aquele que semeia um pensamento colhe uma acção.
Aquele que semeia uma acção colhe um hábito.
Aquele que semeia um hábito colhe um carácter.
Aquele que semeia um carácter colhe um destino”.

Na verdade, o participante procede, de forma sistemática, ao desenvolvimento de determinados pensamentos que lhe permitem materializar a sua própria vocação no mundo, com os seus consequentes logros económicos, afetivos e espirituais.

 

A quem vai dirigido?

O Programa está concebido para todas aquelas pessoas que, pelas suas próprias circunstâncias, sintam que tenha chegado o momento de experimentar uma mudança interior com importantes repercussões no seu mundo exterior. Um momento em que se requer transformação e se sabe que se necessita de um empurrão e motivação para dar um salto qualitativo e possibilitar a criação de si mesmo e do próprio destino.

 

Formato

Individual com sessões semanais através de SKYPE, ou em grupo com encontros semanais. Os participantes recebem todo o material produzido e concebido em português a partir da Escola de Desenvolvimento Transpessoal.